Ad
Cinema, Streaming e TVEntretenimento

5 Melhores Filmes de Terror de Janeiro 2021 (e Piores)

Janeiro é tipicamente cheio de filmes de terror terríveis e assustadores em que as produtoras não tinham fé, e, em 2021, isso foi um pouco verdade.

Janeiro não é tipicamente quando os filmes mais esperados do ano são lançados, e isso pode significar que os cinéfilos em busca de sua próxima obsessão podem ficar desapontados com as ofertas daquele mês. Enquanto janeiro de 2021 foi definitivamente um saco misto para diehards de terror, vários filmes fantásticos recentemente lançados sob o toque de guarda-chuva de terror sobre as melhores vaidades, premissas e tropos do gênero. De assombrações celestiais a filmes claustrofóbicos de cativeiro e slashers inventivos, o mês teve várias oferendas que os fãs de terror vão adorar.

Ad

Mas, alguns dos outros lançamentos simplesmente não se comparam, com narrativas complicadas, repetitivas ou finas de papel exemplificando os aspectos menos satisfatórios do gênero.

10 Pior: Hunted

Hunted
Hunted

O esforço mais recente de Vincent Paronnaud, que dirigiu a adaptação cinematográfica de 2007 da graphic novel Persépolis,de Marjane Satrapi,não faz jus aos pontos fortes desse longa-metragem animado. Uma bebida relaxante em um bar para Eve (Lucie Debay) se transforma em um pesadelo depois que um estranho aparentemente amigável a prende em seu carro, mas um acidente de carro lhe oferece uma chance de escapar.

É um giro em “Chapeuzinho Vermelho” dos Grimms e uma representação aterrorizante da violência de gênero, mas o enredo pouco concebido e cenas de perseguição longa fazem um filme brutal e monótono.

9 Melhor: Saint Maud

Saint Maud
Saint Maud

O primeiro longa-metragem da roteirista-diretora Rose Glass é um filme extremamente confiante; uma dança tensa entre uma ex-dançarina em estado terminal (Jennifer Ehle) e sua enfermeira particular Maud (Morfydd Clark), que recentemente embarcou em um novo caminho espiritual. À medida que o casal se aproxima e Maud revela a natureza desconcertante de sua comunhão com Deus, o filme levanta a questão de se suas visões e comunicações são verdadeiramente divinas. É um estudo de caráter tenso e eficaz que já está sendo elogiado como um dos melhores de 2021.

8 Pior: Horizon Line

Horizon Line
Horizon Line

Do escritor de 10 Cloverfield Lane e do diretor Mikael Marcimain vem Horizon Line, um filme de terror de desastres cujos 92 minutos conseguem tornar uma premissa já inacreditável ainda menos crível. Quando um acidente aéreo faz com que ex-amantes e passageiros de avião Sara (Allison Williams de Girls, Get Out, The Perfection) e Jackson (Alexander Dreymon) assumam o controle da aeronave, quase tudo o que pode dar errado faz isso. Mas, com muitas reviravoltas completamente implausíveis, Horizon Line rapidamente se torna repetitiva.

7 Melhor: Bloody Hell

Bloody Hell
Bloody Hell

Este híbrido de comédia-terror do diretor Alister Grierson encontra Rex (Ben O’Toole) fugindo da atenção indesejada da imprensa nos EUA para uma vida mais tranquila na Finlândia. Em uma reviravolta infeliz, Rex rapidamente é vítima de um plano de sequestro de uma família distorcida.

O que eleva este recurso cômico de sua premissa relativamente familiar (The Hills Have Eyes, The Texas Chainsaw Massacre, e assim por diante) é a performance de O’Toole como a consciência de Rex e Rex, uma persona atrevida e divertida que oferece conselhos para seu homólogo cativo.

6 Pior: Sorry I killed you

Sorry I Killed You
Sorry I Killed You

Este slasher cômico do escritor-diretor Jon Artigo pretende satirizar tropos de gênero, mas um tempo de execução muito longo e muitas piadas de chumbo afundam o filme maluco.

O filme, estrelado por Jonathan Bennett, de Mean Girls,ostenta uma premissa bem-humorada: um serial killer mirando as corridas remotas de retiro de colegas de trabalho para executar seus planos cuidadosos antes que a animosidade dos colegas o bata até o soco. Mas as piadas vão longe demais, rapidamente se tornando cartunistas e sem sentido.

5 Melhor: Psycho Goreman

Psycho Goreman
Psycho Goreman

Este filme vintage combina nostalgia dos anos 90 e uma premissa ridícula, e o resultado é muito divertido. O irmão mais novo Luke (Owen Myre) descobre uma joia em seu quintal que sua irmã mais velha mandona (Nita-Josee Hanna) usa para exercer controle sobre um poderoso ser alienígena que ela chama de Psicod goreman. Pouco os irmãos sabem, suas ações estão atraindo seres ainda mais intergalácticos.

É um trabalho de amor do diretor Steven Kostanki que divertidamente se diverte com o mais baixo orçamento de efeitos especiais brutos.

4 Pior: Butchers

Butchers
Butchers

Este slasher canadense do diretor Adrian Langley refam uma premissa bem conhecida e não quebra absolutamente nenhum novo terreno. Um grupo de quatro experiências de carro em uma estrada remota do campo e logo deve cuidar de suas vidas contra um par de irmãos terrivelmente sádicos. As vítimas finamente esboçadas ensaiam apenas as decisões e reações que os fãs de terror esperam, e os assassinos são tão desinteressantes quanto.

Filmes de terror não devem ser totalmente imprevisíveis para serem agradáveis, mas a caracterização unidimensional e uma trama de enredo afundam essa característica sangrento.

3 Melhor: The Blazing World

The Blazing World
The Blazing World

Carlson Young escreve, dirige e estrela neste passeio impressionante e surrealista. Depois de perder sua irmã gêmea em uma idade jovem, uma agora com vinte e poucos anos Margaret (Young) experimenta visões do ser que atraiu o jovem para a morte. Convencida de que sua irmã ainda pode estar viva, uma problemática Margaret entra em um portal possivelmente imaginado e embarca em uma jornada visualmente prendendo através de uma paisagem assombrada.

É uma estreia confiante de Young que os fãs de fantasias misteriosas vão adorar, e definitivamente não deve ser perdido na lama dos tão de janeiro de lançamentos de terror.

2 Pior: Prisioners of the Ghostland

Prisoners Of The Ghostland
Prisoners Of The Ghostland

Prisioneiros da Terra Fantasma é o primeiro filme em inglês de Sion Sono, e suas famosas excentricidades estão totalmente em exibição. O filme deixou os espectadores arrasados, ostentando uma performance de Nicolas Cage como um ladrão de banco enviado em uma missão de resgate e uma colisão de gêneros – western, cinema samurai, apocalipse nuclear, zumbi – que poderia ter sido emocionantemente divertido, mas acaba completamente confuso.

Alguns espectadores apreciarão a abordagem sem restrições do filme e reconhecidamente bela linguagem visual e design de produção, mas sua narrativa é insatisfatóriamente caótica.

1 Melhor: Wrong Turn

Wrong Turn
Wrong Turn

Mike P. Nelson dirige este reboot do slasher de 2003 de mesmo nome, um veículo Eliza Dushku que gerou várias sequências, que melhora significativamente o original. Em uma visão de uma premissa bem desgastada, um grupo de jovens caminhantes se afasta de uma trilha nos Apalaches e tropeça em uma sociedade isolada (e muito assustadora).

Ao contrário dos assassinos maníacos que um filme menor teria seus protagonistas encontrados, esses moradores da floresta têm justificativas mais interessantes e politicamente motivadas para antagonizar os invasores.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Ad
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o seu bloqueador de anúncios para prosseguir. Obrigado!