Cinema, Streaming e TVListas

5 Remakes/Reboots que são melhores do que o filme original

Nos dias de hoje, parece que qualquer filme que chega aos cinemas é uma sequência, um remake ou um “reboot” (que na verdade são apenas remakes).

É quase como se Hollywood tivesse ficado sem ideias. Entretanto, existem raras ocasiões em que, mesmo com remakes, obtemos alguns conceitos ou ideias novas. Na verdade, às vezes essa versões são realmente melhores do que os originais.

Se você está procurando uma nova versão de histórias de sucesso, ou apenas deseja pular para a melhor versão de um filme conhecido, nós aqui reunimos 5 remakes que vale a pena ser assistidos.

Porém, antes de irmos a lista vale a pena destacar que as bibliotecas de alguns serviços de streaming podem ter restrições geográficas que o impossibilitarão de achar algum dos filmes a seguir.

Por que existem restrições geográficas? 

Um provedor de conteúdo pode bloquear o conteúdo geograficamente por vários motivos.

Ad

Por exemplo, o provedor de conteúdo pode querer garantir que sua propriedade intelectual seja protegida em um mercado ou que os únicos consumidores de um conteúdo estejam em uma determinada região geográfica.

Em parte, é por isso que as VPNs se tornaram tão populares. Essas ferramentas podem desbloquear conteúdo e permitir que qualquer pessoa assista a qualquer programa que quiser sem restrições. Você pode conferir essa analise das melhores VPNs para uma obter  uma conexão segura ao assistir filmes online.

Nem todos podem acessar a versão do Netflix, por exemplo. Uma VPN também te permite acessar novos conteúdo com base na sua localização atual. Dito isso, aqui estão as nossas recomendações de remakes/reboots.

Ad

1. Casino Royale (2006)

casino royale 2006

Até o momento, houveram 26 filmes diferentes de James Bond, com o superespião interpretado por 9 atores diferentes ao longo dos anos.

O reboot atual se iniciou em 2006, quando Daniel Craig vestiu o terno preto pela primeira vez no remake de Casino Royale. Dirigido por Martin Campbell, o enredo básico da história permanece basicamente o mesmo do original de 1967 – que foi, por si só, baseado no primeiro romance Bon de Ian Fleming.

2. Madrugada dos Mortos (2004)

madrugada dos mortos 2004

Os filmes de zumbis têm sido sucesso no cinema desde, bem, White Zombie de Victor Halperin, de 1932. Desde então, houve dezenas de interpretações do gênero, algumas com mais sucesso do que outras.

Um dos melhores, no entanto, foi ‘Madrugada dos Mortos’ de 2004 – um remake arrepiante do original de George A. Romero de 1978, que na verdade era uma sequência de ‘A noite dos mortos-vivos de Romero’, de 1968.

Embora o filme não faça nada de novo com sua abordagem sobre os mortos-vivos (Romero na verdade tinha zumbis correndo em seu filme original), os pontos fortes podem ser encontrados nos humanos sobreviventes e em suas histórias.

3. IT (2017)

it a coisa 2017

As pessoas, especialmente o público mais jovem, podem não saber que a primeira versão “cinematográfica” de IT, de Stephen King’s, era na verdade uma minissérie feita para a TV.

Dito isso, a versão de Tim Curry de Pennywise, o palhaço assassino, é, sem dúvida, anunciada como uma interpretação clássica que, para muitos de nós com idade suficiente para ter visto, distribuiu pesadelos por anos e anos.

Felizmente, todos esses medos foram destruídos assim que It: Part I de 2017 chegou aos cinemas.

4. Planeta dos Macacos: A Origem (2011)

Planeta dos Macacos a origem 2011

Estrelado por Andy Serkis em uma performance inspirada como César, o chimpanzé, ao lado de James Franco como o cientista humano Will Rodman, este filme se concentra nas origens do universo ‘Planeta dos Macacos’ – detalhando o início do fim da humanidade e a revolta de nossos homólogos primatas.

Dizer que Andy Serkis foi desprezado por sua atuação no Oscar daquele ano é, definitivamente, um eufemismo – algo que, até hoje, não foi corrigido.

5. Evil Dead (2013)

evil dead 2013
(l to r) Shiloh Fernandez, Jessica Lucas, and Lou Taylor Pucci in TriStar Pictures’ horror EVIL DEAD.

Refazer um clássico, mesmo um cult, é sempre uma aventura extremamente arriscada.

Para o sucesso, o espírito da franquia deve permanecer intacto, mas os cineastas também precisam apresentar novas ideias ou reviravoltas para mantê-lo atualizado e evitar transformar o mundo em um remake questionável.

Se algum filme consegue isso bem é ‘Evil Dead’ (2013), em português, Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio. A história ainda é basicamente a mesma que a original – um grupo de amigos caminha até uma cabana na floresta onde inadvertidamente desperta uma raça de demônios que começa a possuí-los e matá-los um por um.

No entanto, há novidade suficiente para manter a história fresca e, francamente, de gelara barriga. Esta nova versão é um pouco mais adulta, acabando com um pouco do capricho do original, e gira em torno da brilhante atuação de Jane Levy no que pode ser seu melhor papel.


Deixe um comentário

Artigos relacionados

Ad
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o seu bloqueador de anúncios para prosseguir. Obrigado!